- Informações básicas para estudar em Portugal

Informações básicas para estudar em Portugal

DC
Data de Publicação 15-11-2020
Informações básicas para estudar em Portugal

Caro Estudante, Bem-vindo!

 

Neste folheto vamos dar-te algumas informações básicas para a tua permanência em Portugal.

Inscrição na Embaixada:

Uma vez que passarás a residir em Portugal, deves proceder à tua Inscrição Consular online, através do portal do consulado de Cabo Verde em Portugal. 

Sempre que te dirijas aos Serviços da Embaixada ou Consulado Honorário deverás trazer contigo um comprovativo de matrícula atualizado, de modo a que possas usufruir da isenção de emolumentos aplicada aos estudantes.

Deves ter como prioridade a deslocação para a cidade na qual irás estudar.

De seguida, deverás proceder à matrícula na Instituição de Ensino em que foste colocado.

Para tal terás que apresentar:

O teu Passaporte cabo-verdiano (mesmo em casos de dupla nacionalidade) e mencionar que ingressaste pelo Regime Especial de Acesso – contingente de vagas atribuídas aos PALOP.

Na Instituição deverá estar já o teu processo de candidatura (aquele que instruíste em Cabo Verde). Caso encontres alguma dificuldade na matrícula deverás contactar connosco de forma a podermos ajudar a desbloquear o problema. 

Em algumas Universidades existe um balcão bancário associado pelo que poderás abrir ai a conta sendo-te fornecido um cartão de estudante com várias vantagens, ou se preferires, poderás abrir conta em qualquer agência bancária.

Também deves fazer a inscrição no Serviço Nacional de Saúde. Para tal necessitas dirigir-te ao Centro de Saúde da tua nova área de residência

Neste caso, estes serão os documentos a apresentar:

  • Atestado de residência; 
  • Documento de identificação (passaporte);
  • Declaração emitida pelo Departamento de Estudantes da Embaixada.

Como terás reparado, a validade do visto não cobre a totalidade do 1º ano letivo, pelo que deverás ter em atenção a data da tua marcação para pedido de autorização de residência que se encontra no visto.

Mais Informações:

 

Voltar a notícias